Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Arrelia do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

A Arrelia do Quico




Na Rota de Apolo, como o Vexiloide de Alexandre Grande



Nat2005,28 166.jpg

Eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Podem ver aqui todos os Links dos meus Blogs. É só abrir e espreitar



O Lince Ibérico corre perigo de extinção


Podem ver aqui, o Índice dos Posts da Arrelia do Quico


11
Out06

Campo Pequeno

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

 

Campo Pequeno - o monumento que não é

 

O Ventor diz-me que este monumento poderia ser um belíssimo monumento se fosse remetido ao lugar que lhe cabe na história. Se passasse a ser olhado como um ponto negro de uma história tão desagradável como aquela que ainda o faz ser um antro de tortura de animais nobres como o touro e o cavalo.

Se não fosse olhado como espaço permanentemente tortuoso de animais a que tanto devemos, se não houvesse por aí muita gente com caca de galinha na cabeça a armarem-se em capitães da tortura, o Campo Pequeno poderia, muito bem, vir a ser um monumento.

 

Mal do país que tem professores universitários a fazer a apologia do touro bravo para servir de entretenimento a uma boa cambada de mentecaptos. É "grave", muito grave que apareçam uma espécie de professores que apenas ensinam a nossa juventude a ver o que lhes convém. Há um tipo que faz a apologia do touro bravo, que se diz professor universitário mas que não se diz "ganadeiro".

Não sei se foi, se é ou não é ganadeiro, mas sei que tem o nome igual àqueles que têm a gana de vender o touro para melhor rechear os seus cofres e isso apenas o conseguirá fazendo a apologia da "dignidade" das touradas. Seja como for, o que eles têm é todos a gana mas é do dinheiro e depois falam em nome da arte!

 

Disse-me o Ventor que, há alguns anos atrás, uma empresa chamada Fenalu, falava de um projecto imobiliário para aquele mamarracho, chamado Campo Pequeno e ainda houve gente que pensou que ia sair dali um Centro Comercial em volta de um recinto desportivo. Mas não!

Neste país ainda há muita gente com sede de sangue, mas não passam de uma fraca espécie humana acobardada que em vez de lhe chamarem antro de tortura, têm o descaramento de se dizerem grandes artistas, como se houvesse uma réstia de arte na tortura de animais!

 

 

Chamam a esta e outras situações, arte! Para mim, todas estas acções, não passam de um ataque de paranoia realizada por torturadores de animais, armados em pretensos artistas

 

Depois, outros em nome de negócios sujos e de se dizerem adoradores da Virgem e também de todos os santos, como a Rádio Renascença, a RTP1, TVI e outros, fazem a apologia da tourada em nome de tradições demoníacas que nada têm a ver com a caminhada que se pretendia fosse racionalizada, neste mundo do Séc. XXI e menos ainda com os desígnios da Virgem e dos Santos.

 

Se o Ventor me deixasse, nem imaginam os nomes que eu tenho guardados no meu sótão para, em nome dos touros e dos cavalos, chamar a essa gajada toda.

Mas, já que não lhes posso chamar nomes feios porque sou um gato bem educado, posso, pelo menos, em nome do bom senso, chamar-lhe mentecaptos, porque isso não é um nome feio, mas um nome que assenta como uma luva a todos aqueles que fazem a apologia da tourada.

Acho assim que posso chamar mentecaptos a toda essa gente como a tal "dinastia" de torturadores, à espécie "grave" de professores como esse grave que ensina nas nossas Universidades e também posso chamar anedotas a todos aqueles que, em nome de negócios tão anedóticos como eles, se escudam com esses antros de torturas em nome de tradições descavidas.

 

 

 

Pegar touros mais mortos que vivos, espezinhados, ensanguentados, após todas as forças lhe terem sido roubadas em vários actos tortuosos, para muitos é um acto de valentia, para mim e para muitos mais, é apenas a sublimação da cobardia

 

O Ventor já irradiou a Rádio Renascença dos seus hábitos tradicionais, vai irradiar o Canal I, o Canal II e todos os outros que façam ou venham a fazer a apologia das touradas. E disse-me também que, não irradia o Provedor do Cliente porque isso não é da sua competência senão já o tinha feito.

 

PS: Agora tenho um Fotoblog, o Fotoblog do Quico. Espero roubar fotos ao Ventor para lá colocar. Também espero que ele arranje fotos bonitas. O pior é se ele vê! Não lhe digam nada, não?



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


08
Jun06

Mensagem sobre a tourada

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

Muita miséria o homem faz à sua volta, até mesmo através de uma tourada. O Ventor saiu de tarde a pensar sobre a mensagem que a nossa amiga Ana Loura me enviou sobre a tourada que se vai realizar nos Açores, na Ilha de Santa Maria. Creio que a mensagem da Ana Loura, não será para ser vista apenas em relação a esta tourada mas a todas as touradas que se fazem no nosso país e por todo o Mundo.

 

O Ventor já regressou e estivemos a conversar sobre essa tourada. Ele tinha minutos para chegar a Lisboa e saiu a correr, mas agora diz-me que ainda não tirou a tourada da cabeça. Aliás, ele sabe que a tourada dos Açores (Sta. Maria), e todas as outras, não são vistas com bons olhos pela maioria da nossa gente. Só alguns se satisfazem com essa paranóia. São, exactamente, os paranóicos. Eu e o Ventor estivemos a conversar e concluímos que o bicho homem, na generalidade, transporta em si o gene do mal, mas muito activo. Ora se o gene do mal atinge mais ou menos todos os animais, era suposto, devido à capacidade que o homem tem de raciocinar, de ser o animal menos atingido, mas até parece que é o pior de todos!

 

Senão vejam. O homem é o único animal que há milénios fabrica utensílios para matar os outros animais, seus companheiros de caminhada, neste planeta bafejado pela respiração de Apolo e, hoje, detentor das mais poderosas armas de morte, domina todos os animais, incluidno os seus semelhantes. Basta ler a imprensa, ouvir rádio e ver televisão! Como muitos de vós já sabeis, o Ventor foi criado no meio das vacas. E até já foi enviado pelo ar, por uma delas numa distância de 15 metros, vindo a cair numa pilha de tojo seco. E o Ventor apenas quis fazer-lhe uma festa e depois, fazer aquilo que nenhum homem, mesmo um grupo deles, conseguiu. Agarrar e segurar a sua Nova.

 

A Nova era ma vaca cuja mãe morreu esfarelada, montanha abaixo, e tinha aquela vitelinha que ficou sem leite e que também fora dada como perdida pelo pai do Ventor e toda a gente. Menos pelo Ventor! Ele pequeninho, andava no rio todos os dias a apanhar o carriço mais tenrinho para ela comer e a fome, obrigou a vitelinha a comer essas ervas tenrinhas, vindo a ser a mais poderosa vaca do seu tempo, lá na aldeia! O Ventor diz que quanto mais conhece os homens, mais adora todos os animais e, entre eles, os touros do Ribatejo ou de qualquer parte do mundo!

 

Abr,11,2004 045.jpg

 

 

A beleza dos touros a pastar no Ribatejo

 

E o homem mau como é, acha que os touros não sofrem! Era uma boa altura para eu e o Ventor lançar aqui um grande anátema a esses homens degenerados que tão mal tratam os animais. Mas o Ventor não quer fazer isso, mas já foi dizendo que, para ele, na tourada, só há um momento bom. Aquele em que o touro pega o toureiro e lhe enfia uma ou as duas hastes usando-o como troféu! O Ventor, só não quer que o touro pegue o cavalo, como às vezes acontece. Aí tem pena! Mas quando pega o toureiro ou um dos forcados, ele diz que ainda não tinha pensado nisso, mas de futuro, passará a fazer uma festa!

 

Eu não digo nada, porque eu não vejo tourada, nem na televisão. Aliás, nem sabia o que isso era se não fosse a Ana Loura. O Ventor também não vê, mas vai sabendo o que se passa, como nos casos das touradas de Barrancos, quando vê, na televisão, uns mafiosos dos ciclos políticos, da Esquerda à Direita a defender a tourada como uma festa! Esses mafiosos, pelos vistos já moram nos Açores! Por isso, o Ventor diz que, sempre que há sangue e morte na arena, que não seja do touro e do cavalo, estão aí as únicas mortes que não chora!

 

Mas o Ventor também diz que a podridão não está no homem que morre nas hastes de um touro. Está em toda a multidão que aclama a tourada! Quando a tourada dá na televisão verão as caras dos rufiões que naquelas bancadas aclamam a desgraça do touro. Ali verão toda a pulhice da nossa sociedade desde o homem comum ao mais sonso dos nossos políticos locais e às vezes, até centrais. Se a tourada de Santa Maria der na televisão, ou outra qualquer, façam apostas e olhem aquelas caras. Vejam para onde vai o vosso dinheiro. As viaturas de luxo que o povo paga, a gasolina, o gasóleo, não é para essa gente trabalhar, não! É para andarem por aí a cirandar à custa do suor do povo que tudo paga e nada recebe.

 

Acho que o Ventor não gostaria que eu continuasse a escrever mais o que penso e aplicasse aqui todos os termos linguísticos com que ele bombardeia a verdadeira escória social de Portugal. Mais adiante, falarei de TOURADAS no meu Site!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


O Ventor e o Quico no seu Miradouro




Diana ao encontro do Ventor na sua charrete


Cibele entre as estrelas ao encontro do Ventor


cibele.jpg

Vou estar aqui

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

quico_photos's A morte do Quico slideshow on Photobucket

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.