Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Arrelia do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

A Arrelia do Quico




Na Rota de Apolo, como o Vexiloide de Alexandre Grande



Nat2005,28 166.jpg

Eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Podem ver aqui todos os Links dos meus Blogs. É só abrir e espreitar



O Lince Ibérico corre perigo de extinção


Podem ver aqui, o Índice dos Posts da Arrelia do Quico


08
Ago10

Filhos do Sol

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

 

 

 

 

 

 

 

 

 O gato, Gil

 

Quico, vou-te contar o que o Ventor me contou:

"Nós somos os filhos do Sol e todos os que são filhos do Sol, estão contigo!

Eu estou contigo!

Os Gaspares I (este estará a teu lado) e II, estão contigo!

A Maria (as Marias), estão contigo!

O Sky, está contigo!

Os teus amigos Rafinhos I (este estará a teu lado) e II, estão contido!

As Chinchilas, que ouvem falar de ti, estão contigo!

O Goldfinger, a Leoa e todos os genes que deixaram por lá, filhotes e todos os outros, que acompanharam as caminhadas do Ventor, estão contigo!

O Vilavém, o Patife, o Jolim, as Briosas, as Galantas, as Redondas, as Novas, as Ribeiras, as Cerejas, ... e todos os outros, estão contigo.

 

Estamos contigo porque, todos nós, tal como tu e o Ventor, somos filhos do Sol e, ... sendo filhos do Sol, como nos diz o Ventor, temos mesmo de estar contigo porque, o Ventor também está.

 

O Ventor disse-me que te ia fazer uma visita. Na quinta-feira passada, ele esteve comigo, conosco, ... com os seus novos amigos. Contou-me mais coisas e ele nunca te esquece!

 

Ele disse-me que vai ao teu sítio e quer prestar-te a sua e a noassa homenagem. Ele vai levar-te a nossa mensagem. Quando ele estiver a teu lado, todos nós estaremos lá e ele vai dizer-te aquilo que todos nós dizemos: "Viva o Quico"!

 

Na mente do Ventor tu nunca morrerás!

 

 

Gil, embrulhado na manta. "Até me arrepio todo, Quico. A noite caía fresca e tornou-se gelada"!

 

Eu estive com ele uma semana e ele contou-me muitas coisas sobre ti e outros amigos que teve. Um dia destes ele veio visitar-me e mal que o vi fui a correr ao seu encontro e abracei a sua perna esquerda. Eu sei que o Ventor nem acreditava porque só ouve dizer que os gatos não têm grandes emoções, mas ficou a saber que todos estão mal informados. Os gatos são mais frios mas vivem cheios de emoções, como todos os outros.

 

Também sei que ele vai prestar homenagem às suas amigas, as Ninfas das Fontes que lhe prometeram guardar-te, aí, nas suas Montanhas Lindas e o Ventor sabe que tu continuas a caminhar de rabo no ar, por aí, junto da sua gente.

E tu saberás, certamente, que ele caminhará, sempre, a teu lado.

 

Prepara-te Quico! Vai aí o Ventor e aquela que foi a tua Dona. A Tia da minha Dona que o Senhor da Esfera teve a bondade de colocar no meu caminho. Fica com o Ventor por uns dias Quico. Eu só posso ter a esperança de que ele volte e nos vejamos de vez em quando. Eu sei que ele gosta de mim mas, é a ti que ele adora.

 

Vive para sempre, Quico. Ele vai aí!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


31
Jul10

O Gil e o Ventor

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

Olá, amigos! Olá, Maralhal (como dizia o Quico)!

 

 Eu sou o Gil.

 

Alguns de vocês já me conhecem do Lugar do Sol.

Como, alguns, também sabem, fui encontrado no Algarve, com cerca de um ano de idade, segundo o Vet disse à minha dona. Fui encontrado sem Bilhete de Identidade, sem CU. É assim não é?

 

Mas eu pertenço à cidadania animal deste país que dizem ter sido plantado à beira-mar.

 

A Joana encontrou-me perdido nas ruas algarvias, doente, quase a morrer e, ela, graças ao Senhor da Esfera, às influências do Quico e do Ventor, chorou baba e ranho para que os pais me trouxessem para casa com eles, mas a mãe, que acabou por lhe fazer a vontade, disse-lhe que não tinha onde pôr-me e que, para azar deles e meu, sofre de alergias a gatos. Mas a Joana disse que o Gil seria para levar para a tia Tata.

 

Assim foi!

A tia Tata (a minha Dona) e o tio Tiago (o meu dono), receberam-me e levaram-me ao Vet. O Vet torceu o nariz, como sempre fazem todos os Vet's e lá me foi tratando como podia. Ainda hoje, para meu azar, eu ando com tratamentos mas, como diria o Quico, que o Senhor da Esfera tem, a seu lado, o Senhor da Esfera colocou-me em boas mãos.

 

 

Adoro este miradouro que já foi do Quico

 

Mas sabem a melhor!

Eu vi a minha vida em bolandas!

Só conhecia o Algarve (umas esquinas!) mas, passei a conhecer, também, o Lugar do Sol! Um lugar lindo, num local lindo e, para sorte minha, durante um ano, a minha vida, àparte a minha doença, tem sido uma maravilha. Porém, agora, eu assustei-me mesmo!

Eu já conhecia o ti Ventor e aquela "coisa" linda que foi a Dona do Quico mas, quando os meus donos me disseram que iam fazer uma visita a uma terra chamada Turquia (eu ainda pensei que fosse perto do Algarve), fiquei atormentado! Muito atormentado mesmo!

 

"Sabes Gil, durante uns dias, vais ficar com o ti Ventor e com a tia Gi"!

«Mas, ...  mas, porquê»?

" Porque, nós, vamos visitar uma terra, muito longe, que os homens já, há muitos anos, chamaram Turquia. E tu, para teu gáudio, vais ocupar, por uns dias, o lugar que foi do Quico, ao lado do Ventor. Está bem"?

 

 

O Ventor dá-me cabo da cabeça! Quer que eu aprenda tudo num instante!

 

«Tem de estar. Não tenho outro remédio»! 

«Mas, ... será que o Ventor, que sei ser meu amigo, me tratará tão bem como o Quico»?

"Trata de certeza! O Ventor é gato, como diria a Dasdores, uma senhora da terra dele"!

«Pois eu sei, mas o Ventor, que sei ser meu amigo, sabe que o Quico era o Quico e esta coisa a que chamam gato, chama-se Gil»!

"Pois, mas vais ter de ficar com ele! Se o Ventor e a tia Gi não te tratarem bem, ninguém te tratará"!

 

E sabem a melhor? Eu saí do Lugar do Sol para outro Lugar do Sol! O lugar onde o Ventor e Apolo se dão muito bem e, onde o Ventor, o Quico e Apolo, estarão presentes para sempre!

Os meus donos, entregaram-me ao Ventor e eu, passei as melhores férias da minha vida!
Vocês imaginam o que é passar uns dias ao lado do Ventor?

Ele é um computador aberto!

 

 

Tantos patos, pássaros, cisnes, borboletas, libelinhas, ... até cigarras o Quico tinha por aqui! Chiça!!!

 

Falou-me do Ataturk; falou-me de Solimão (o Magnífico); falou-me das Portas de Viena (o cerco montado pelos turcos do Solimão); falou-me da Batalha Naval de Lepanto (no dia de S. Quintino), no Mediterrâneo, há centenas de anos; falou-me da Antália, na Turquia; falou-me das suas caminhadas ao lado de Alexandre Magno (pela Anatólia), ... de tudo!

Aprendi tanto, estes dias, que vocês nem imaginam!

Se ficasse com o Ventor mais algum tempo e, atendendo às novas tecnologias, ainda ficava como o Quico!

 

Mas hoje, os meus donos chegaram da Turquia e eu, muito contente por os ter a meu lado mas, com muita tristeza por não continuar ao lado do Ventor e, a ouvi-lo a massacrar-me com tantas coisas, voltei ao Lugar do Sol! E já percebi! Vou ter de ouvir os meus donos, nas peugadas do Ventor, a falar-me daquela terra que o Ventor dizia ao Quico, ser o centro de encruzilhadas de todas as civilizações!

 

Eu voltarei, Maralhal!

 



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


O Ventor e o Quico no seu Miradouro




Diana ao encontro do Ventor na sua charrete


Cibele entre as estrelas ao encontro do Ventor


cibele.jpg

Vou estar aqui

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

quico_photos's A morte do Quico slideshow on Photobucket

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.