Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Filhos do Sol

Por aqui, todos continuamos filhos do Sol e amigos do Quico e do Ventor

Por aqui, todos continuamos filhos do Sol e amigos do Quico e do Ventor

Os Filhos do Sol

Quico, eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Na Rota de Apolo, com o Vexiloide de Alexandre Grande

03
Mai10

Flores no Lugar do Sol

Ventor

Mas no Lugar do Sol, não há só animais, para além das pessoas.

Há também flores. Muitas flores.

 

Flores no Lugar do Sol

 

A primeira coisa que o Ventor faz quando chega ao Lugar de Sol é cumprimentar as pessoas e os seus amigos. Depois vai espreitar os coelhos, em redor, de seguida, observa com mais acuidade a ver se descurtina as perdizes que ouve cantar e, por fim, faz uma observação aérea para ver se os seus amigos alados estão por ali. As aves de rapina, normalmente, também estão presentes.

 

Depois, enquanto nós conversamos sobre a vida, tipo colocar conversas em dia, o Ventor some e, se o queremos ver, é a brincar com os animais, a observar os coelhos ou, então, a caminhar entre as flores. Caminha e fotografa! Mas como eu não percebo nada disto, nada de fotografias e menos ainda de slideshows, terá de ser um trabalho para ele. Estive dias à espera que ele me colocasse aqui o slideshow das flores, no Lugar do Sol.

 

Ele anda a ficar relaxado!


O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia

1 comentário

Comentar post