Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Arrelia do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

A Arrelia do Quico




Na Rota de Apolo, como o Vexiloide de Alexandre Grande



Nat2005,28 166.jpg

Eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Podem ver aqui todos os Links dos meus Blogs



O Lince Ibérico corre perigo de extinção


Podem ver aqui, o Índice dos Posts da Arrelia do Quico


09
Fev07

A Transumância

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

Hoje  coloquei no meu Site, mais uma página. Ela resultou de várias conversas do Ventor comigo sobre o pastoreio das gentes de Adrão e de Soajo, pelas suas Montanhas Lindas e especialmente, na Transumância do gado, na segunda metade do séc. XX.

 

 

Belezas de sempre

Ela pretende levar até aos filhos de Adrão, pelo mundo, como era a vida de seus avós. Também as gentes das cidades, das quais o Ventor já faz parte há muitos anos, pode ficar a conhecer como era a vida das gentes das aldeias serranas do sistema montanhoso de Soajo e da Peneda.

 

 

O cortelho ou «Iglo de Pedra», onde os pastores responsáveis pela guarda dos gados, faziam o "caldo de unto" e onde dormiam à noite. Há vários espalhados pelas serras do Norte

 

Para os interessados em desbravar os viveres das gentes das aldeias nortenhas, eu deixo-vos tudo o que consigo captar das nossas caminhadas sobre memórias.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia