Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Arrelia do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

A Arrelia do Quico




Na Rota de Apolo, como o Vexiloide de Alexandre Grande



Nat2005,28 166.jpg

Eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Podem ver aqui todos os Links dos meus Blogs



O Lince Ibérico corre perigo de extinção


Podem ver aqui, o Índice dos Posts da Arrelia do Quico


05
Jul06

Dia Histórico

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

Hoje, vai ser um dia histórico, qualquer que seja a conclusão final do jogo Portugal-França. Ou ganhamos e quebramos a malapata que dura 31 anos, ou perdemos e historicamente continuamos de malapata colocada na nossa mente.

 

Mas deve ser proibido falar em perder. Temos de dizer «vamos ganhar»!

Claro que vamos ganhar! Temos homens para isso, mas não devemos menosprezar os homens do Galo! Espero que hoje seja um galispinho.

Portanto, qualquer que seja o resultado final só podemos gritar VITÓRIA!!

É UMA FORÇA! É UMA FORÇA! É UMA FORÇA! ...

A ver se terminamos com este sorriso como o da minha amiga Mariana, no sábado, frente à Inglaterra.

 

 

É UMA FORÇA!

 

Então vamos a eles, aos franceses.

 

 

Digam comigo, mais uma vez: VAMOS A ELES!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


1 comentário

Comentar post