Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Arrelia do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

Agora, o Quico, vive noutra Esfera, sem arrelias ... mas, por aqui, todos nós continuamos filhos do Sol e amigos do Quico

A Arrelia do Quico




Na Rota de Apolo, como o Vexiloide de Alexandre Grande



Nat2005,28 166.jpg

Eras o gato mais lindo

Tu eras o mais lindo dos gatos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter. Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração. A tua Dona diz que foste tu que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Ticas continua a querer ser tal como tu eras. Eu penso que foste tu e a deusa Bastet que o colocaram no nosso caminho. Ele já esteve no teu sítio e ficas a saber que esta figura de gato, merece, tal como tu mereceste, tudo o que come. Ele tem a mania que é macaquinho e só quer andar ao meu ombro. É uma beleza o nosso Pilantrinhas.


Podem ver aqui todos os Links dos meus Blogs. É só abrir e espreitar



O Lince Ibérico corre perigo de extinção


Podem ver aqui, o Índice dos Posts da Arrelia do Quico


01
Mai04

Morreu o nosso amigo

Pilantras - o Quico morreu Quico, Ventor e Pilantras

Chmava-se Rex! Ele lá estava sempre á espera do Ventor e do Tomás, sentado nessa escada. Ao vê-los, descia a dar ao rabo e a cantar laudas aos amigos que gostava de ver! Sentia-se feliz ao vê-los e cumprimentava, meigamente, toda a vizinhança como que, a desejar-lhes um muito bom dia, boa tarde ou boa noite!

 

Image022.jpg

 

O Rex

 

Este era um dos nossos amigos, que os donos abriam as portas de manhã, e ele ficava na rua, uma praceta sossegada e sem grande perigo. Era um cão muito meigo, amigo dos meus amigos, a Maria e o Zé, que já vos apresentei. O nosso amigo pastor alemão, conhecido por Norton, passava lá e metia-se com ele, na brincadeira. Lambusavam-se todos durante uma corrida, e de seguida, o Norton acompanhava os donos e o Rex, ali ficava a vê-los ir.

 

Um dia chegou um "peregrino"! Uma espécie de cantor das janeiras ou dos Reis que desafiou o Rex a acompanhá-lo e lá foram os dois armados em trovadores da idade média, cada um cantando e tocando como podia! Nesse dia, os donos chegaram e o Rex não apareceu a correr como de costume! Palmilharam as ruas todas, chamando, "Rex, Rex"! Mas o Rex não voltou!

 

Continuaram à procura e encontraram o Rex, um jovem cão, lindo e meigo despedaçado contra a valeta, numa rua movimentada, perto de casa. Para sempre o Rex, farto de permanecer quieto e sereno, partiu na brincadeira com outro, para, talvez, lhe mostrar os caminhos do seu sítio. O outro seguiu viagem, habituado às andanças de cão vadio e o Rex, tombou debaixo de um bólide apressado, daqueles que provavelmente não respeitam ninguém e menos ainda os cães!

 

Estou cheio de tristeza pela partida para o Mundo final, do meu amigo Rex! Olhem pelos vossos animais e não esqueçam que eles não são treinados a lutar contra as agruras da vida. Eles aprendem e sabem muito, mas mesmo os homens, inteligentes e treinados, correm sérios riscos, neste mundo de loucos!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


9 comentários

Comentar post

O Ventor e o Quico no seu Miradouro




Diana ao encontro do Ventor na sua charrete


Cibele entre as estrelas ao encontro do Ventor


cibele.jpg

Vou estar aqui

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

quico_photos's A morte do Quico slideshow on Photobucket

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.