Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Arrelia do Quico

Somos todos filhos do Sol e amigos do Ventor

A Arrelia do Quico

Somos todos filhos do Sol e amigos do Ventor

quico.jpg

O Quico continua a observar-nos

Ele eras o mais lindo dos meus amigos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter

 

 

 

 

Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração, a que vim a chamar Pilantras.

A tua Dona diz que foste tu e a deusa Bastet que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Pilantras continua a querer  ser tal  como tu eras.

Eu até acho que foste tu que lhe deste instruções para saber conviver comigo. Em muita coisa são muito parecidos. Pelo menos, tudo indica que sim.

Mas tu adoravas animais e ele não. Nunca me esqueço da tua luta para eu salvar o besouro a afogar na água entre os tronquinhos de bambu


Estas são as janelas da Grande Caminhada do Ventor


Sex | 29.07.05

Flores

Ventor

Hoje deram muitas flores à minha dona!

Muitas flores para ela e mais horas de solidão para mim! Vão-me deixar só, como sempre! Bem feita que eu sou mau. É para não furar os braços ao Ventor! Ainda se ao menos ficasse aqui o Ventor para me contar mais uma história das dele! Sabem que ninguém sabe quando eu faço anos? Quem devia saber quando eu faço anos, se calhar, nunca lhe doeu a consciência de me ter abandonado tão pequeninho e nem sabe certamente que eu existo. Chego a ter pena de quem não teve pena de mim! Roubou-me à minha mãe e abandonou-me! O Ventor diz que para ele faço anos todos os dias! Felizmente tenho uma dona com coração de ouro e o melhor amigo do Mundo! Também gostava de oferecer flores à minha dona, mas o Ventor diz que ela já tem flores demais. Demais? As flores nunca são demais!

Jul,29-031.jpg

Uma flor muito linda cor de rosa

Jul,29-050.jpg

Uma flor amarela 

Jul,29-051.jpg

Outro girassol amarelo

Jul,29-053.jpg

Outra flor rosadinha

Não sei qual delas é mais parecida com a minha dona!


O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia

5 comentários

Comentar post