Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Arrelia do Quico

Somos todos filhos do Sol e amigos do Ventor

A Arrelia do Quico

Somos todos filhos do Sol e amigos do Ventor

quico.jpg

O Quico continua a observar-nos

Ele eras o mais lindo dos meus amigos. Eras o mais belo companheiro que qualquer pessoa gostaria de ter

 

 

 

 

Hoje tenho outro companheiro, amigo do coração, a que vim a chamar Pilantras.

A tua Dona diz que foste tu e a deusa Bastet que o enviaste para nós. Parece que o nosso amigo Pilantras continua a querer  ser tal  como tu eras.

Eu até acho que foste tu que lhe deste instruções para saber conviver comigo. Em muita coisa são muito parecidos. Pelo menos, tudo indica que sim.

Mas tu adoravas animais e ele não. Nunca me esqueço da tua luta para eu salvar o besouro a afogar na água entre os tronquinhos de banmbu


01.12.17

Hoje começou o Natal de 2017


Ventor e Quico

Eu, o Pilantras, também já estou a ficar arreliado.

2017-11-30 15-08-55_0015.jpg

 Pilantras

Hoje começa o mês do Natal de 2017 e, por isso, atendendo que já vai ser o 6º Natal que me preparo para passar com o Ventor e, sabendo que o Ventor nunca vai esquecer o seu velho amigo Quico, vou prestar a minha homenagem àquele amigo que o Ventor já me convenceu que era meu primo.

O Quico era, na verdade, fora de série! Ele rabuscava tudo aqui, sentado, ao lado do Ventor. E pensando em tudo que tenho visto e, em tudo que o Ventor me tem contado, não podia deixar de colocar aqui, na Arrelia do Quico, algo que lembrasse ao Quico que nunca será esquecido pelo Ventor, pela minha Dona e, apesar de não o ter conhecido, por mim.

Era o Quico que brincava com as bolas de Natal, com os centros de mesa, com os bonecos ... e, agora, essa tarefa toca-me a mim. Sarnar a cabeça ao Ventor e à minha Dona por mim e pelo Quico.

2017-11-30 15-07-35_0012.jpg

Centro de mesa com a rena e com o mocho, os dois meus amigos mesmo quando eu lhe mostro as unhas

Aposto que ele gostaria de apreciar este centro de mesa tal como eu aprecio. Dar umas palmadinhas na rena ou arrancar uma peninha ao mocho. Mas, já agora, este ano, começo logo, no primeiro dia do mês, a desejar um Bom Natal a todos, em meu nome e em nome do Quico. O Ventor e a minha Dona acham que ainda é muito cedo mas, tenho a certeza que eles também vos desejam, a todos, um Bom Natal.


O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia