Morreu o Asinhas, o amigo do Ventor. Morreu de morte natural apesar de viver entre os gatos. Como vêm, os da minha espécie não são assim tão maus!

 

 azinhas.jpg

 

 

O Asinhas

 

 

O Asinhas morreu, aparentemente saudável. Comia bem e safava-se. Mas não era vida para pombo. Nunca foi capaz de voar e isso era, certamente, uma tristeza na vida do Asinhas. O Pantufinhas é que não gostou nada de ver o seu amiguinho tombado no fundo da gaiola. Foi um convívio de anos. Não tenho a certeza, mas foram 3 a 4.

 

A morte é realmente uma tristeza e o Ventor está triste porque o Asinhas nunca mais o vai esperar à porta quando for visitar a sua dona, o seu dono e os seus companheiros de jornada. Como diz o Ventor, é sempre uma amargura perder vidas que caminham a nosso lado.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 22:21