Decidi voltar ao Ventor em África e falar do início da sua caminhada africana. Como é lindo ter recordações. Já notaram que todos nós temos uma vida paralela? A de ontem e a de hoje! A de amnhã podremos ter ou não!

 

Então, em África à Vista, vejam como foi a partida do Ventor e seus companheiros de caminhada naquele dia lindo de Inverno, no dia 4 de Janeiro de 1968, no estuário do Tejo.

 

 

Paquete Niassa

 

O Ventor diz que a vida é uma beleza mesmo nos momentos difíceis.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 15:41