... e animais aprisionados.

Hoje mesmo, recebi um e-mail da minha miga Formiguinha que me enviou um filme sobre animais de circo. Uma tristeza! Mas este filme não é nada comparado com outros que eu e o Ventor já vimos aqui nos nossos e-mails. Mesmo assim, a minha dona já não o quis ver a pensar nas imagens que nós já lhe fizemos olhar aqui no nosso monitor Compaq. Agora temos um monitor espalmadinho, muito melhor e maior e, sendo assim, também a tristeza se torna bem maior, tal como os bichos!

 

Claro que eu nunca fui a um Circo! Nem o Ventor me deixava! Mas já os vi na televisão! Já vi coisas feitas por homens que certamente nem o diabo se lembraria de fazer! E hoje, que me colocaram em destaque, na janela do meu amigo NetSapinho, não poderia deixar passar em claro as afrontas que fazem aos meus companheiros de caminhada.

 

Jun,20 023.jpg 

Eu sei amigo, que o olhar triste que o Ventor te encontrou, na tua prisão, seria o olhar que eu faria nas mesmas circunstâncias. Só que eu estive quase a morrer às mão de pilantrinhas, mas tu ainda és fonte de negócio


 

Mas eu tenho a certeza que quando o Ventor é contra as touradas e contra os circos, com animais, está no bom caminho e se o Ventor está no bom caminho, eu também estou, e não seria de bom tom não falar no meu blog dos meus amigos que os homens fazem tão infelizes!

 

Homens não, amostras de homens! Porque eu acho que esses tipos de bichos que fazem tais coisas aos seus companheiros de caminhada, não são homens, são amostras utilizadas pela antítese do bem  ... o cornudo, o belzebu, o ... que vocês quiserem

 

O Ventor ainda só viu duas vezes, em toda a sua vida, circos com animais e nunca esquecerá a cara de tristeza que eles apresentavam, o olhar perdido no vácuo, o sacrifício que faziam para, depois, poderem comer um pedaço de carne. Posteriormente, o Ventor, junto ao Coliseu dos Recreios, em Lisboa, aproximava-se das gaiolas dos animais para pedir desculpas pelos atrasados mentais que os obrigavam, chicoteando, a obedecerem às suas ordens.

 

 

Das duas vezes que o Ventor viu os animais no Circo, foi para fazer o favor a amigos que tinham bilhetes para as criancinhas mas não podiam acompanhá-las e das duas vezes foi pelo Natal. O Ventor gostava muito dessas criancinhas mas nunca mais haverá criancinha que o levem a ver circos com animais. Têm que colocar essa forma de espectáculo fora da cabeça!

 

 

Zoo-Jun,20 Ol 139.jpg

 

Um Búfalo no Zoo de Lisboa

 

Também eu sei amigo, que a tua família será mais feliz a travar os seus duelos com os seus rivais do que estar aprisionada, como tu, em meia dúzia de metros quadrados. Eu sei que a tua família louvaria mais, hoje, o estrondo dos motores dos aviões do Ventor que a algazarra a que estás submetido nesse nicho de terreno, mesmo com as rações a horas certas! Nem eu nem o Ventor gostaríamos dessas condiçõe!

 

Por isso, se o Ventor diz que, na Tourada, os touros podem matar tudo menos os cavalos, eu também digo que, no Circo, com animais, não seria má ideia que os meus amigos mais possantes, como o leão, o tigre, o elefante, e outros, dessem um bom safanão nos "bestas" humanos que os martirizam! Começando logo quando os tentam apanhar nas savanas e nas florestas subtropicais e tropicais onde são apanhados, por "bestas"  que se dizem homens!

 

Para já fico-me por aqui. Mas não deixo de agradecer ao meu amigo NetSapinho por se lembrar da minha chamada de atenção sobre os nossos amigos e da minha investida contra alguns homens malfeitores que tão mal fazem aos nossos companheiros de Caminhada.

 

Sei, por exemplo, que vai haver mais uma tourada na Moita. E sei que, por exemplo, a Câmara Municipal da Moita e um restaurante local, nessa mesma Moita, que não recordo o nome, vão patrocinar essa tourada. Quanto à Câmara, já sabemos como é! Gasta os dinheiros públicos que fazem esses patrocínios, dinheiros que tanta falta fazem para a procura de bons caminhos na péssima caminhada dos portugueses, e andam esses pandilhas a chorarem-se e a meter-nos as mãos no bolso, cada vez com mais afinco. O mesmo se passou na Terceira! Se souberem o nome do restaurante não vão lá comer carne estragada! Sabiam que as carnes de animais mal tratados ganham toxinas venenosas que depois vêm parar ao nosso "bucho", dos homens, dos gatos e, originar graves doenças? Pensem nisso!

Não vão aos Circos que exibem animais. Não vão às touradas. Ensinem os vossos filhos a respeitar os nossos companheiros de Caminhada!

 

Zoo-Jun,20 Ol 181.jpg

 

Um elefante no Zoo de Lisboa

 

Também sei quanto sofrem os teus irmãzinhos naquela bela África para serem apanhados e trazidos para os Zoos da Europa, América, e sei lá ... e para os Circos, onde serão submetidos a diversas formas de tortura. Todas as noites penso como é triste estarmos submetidos à vontade dos homens, maus que apenas nos querem para fazerem negócios sujos de exploração.

A vós amigos, nada mais me resta que dedicar-vos a minha tristeza, já que as minhas alegrias de nada vos servem. Eu sei que vós pensais mas que não tendes oportunidade de mostrar ao mundo quão péssima é a história da vossa vida, por muito bem que alguns dos homens vos queiram!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 15:36