... mais uma beleza no meu caminho

 

 

És linda. Pareces irmã do Antar

 

Ela sabe que é uma égua linda, mas tentou esconder-se, de mim, com os fetos. Mal ela sabe que, mal a vi, lembrei-me logo do Antar que, pelos vistos, me abandonou. Será que lhe disse, a esta mana real, para velar por mim?

Seja como fôr, ela é uma beleza. Uma beleza escondida pelo meu amigo Apolo que, sempre com a mania de ver o que eu ando a fazer, me espreita de frente e, acaba por me esconder a beleza dos amigos do Quico, mesmo sem a ajuda dos fetos!

Mas o seu olhar diz-me que também é filha do sol e que, tal como muitos outos, é digna de pertencer ao ciclo dos amigos do Quico.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 21:09