Hoje é dia de S. Francisco.

É o meu dia, é o dia de todos os meus companheiros de caminhada neste mundo que o Ventor diz tratar-se de um Planeta Azul. Mas também diz que pouco mais se aproveita que a côr que o seu amigo Gagarine, o primeiro homem que deu uma volta completa à terra, dentro de uma lata, disse que esta era a cor do nosso planeta visto lá de cima - AZUL!

 

Não faz hoje anos, mas como  hoje é o dia de S. Francisco, o meu dia e o dia dos meus amigos, apetece-me chamar "bestas" aos gajos que vão estar hoje no Campo Pequeno em mais uma aberração levada a cabo por gente sem alma e prestar a minha homenagem à bela cadela de raça Laica à qual os soviéticos chamaram Kudriavka, o primeiro animal a ser enviado para o Espaço estratosférico pelos ... pelos de Baikonur.

 

Claro que a Kudryavka chegou morta e os chamados cientistas já sabiam que ia ser assim. A bichinha foi adormecida e enviada para o espaço e depois seria feito, não o que o Senhor da Esfera quisesse, mas o que os homens quiseram porque sabiam que a nave não seria recuperada e que a Kudryavka apenas fora condenada à morte para satisfação de algumas ... algumas das tais que só não lhe chamo o nome porque achavam, na sua boa fé, que ela iria partir ao serviço da ciência e não era puro divertimento. Por isso ainda houve quem lhe retribuísse, o seu sacrifício,com alguns beijinhos.

Assim os meus votos são para que sumam as bestas e vivam os animais.

 

Se todos os animais se pudessem juntar a S. Francisco e a mim, hoje, em homenagem à nossa amiga do Espaço, gritaríamos:

 

Kudryavka

 

 

Assim, e para complementar o azul do nosso planeta, deixo em homenagem à Kudryavka estas duas flores; uma vermelha que me faz lembrar a tortura a que todos os animais são submetidos e outra branca que me faz recordar os tortuosos caminhos da paz nos quais vamos morrendo sem nunca a encontrar

Sempre com os meus amigos -  Quico 



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 10:19