Já falei, algures por aqui, na cidade egípcia de Alexandria.

 

Voltarei a falar da sua Livraria.

 

Por agora deixo-vos (aos que não conhecem), apenas um cheirinho neste vídeo da National Geographic Magazine - People and Places.

 

Pelo vídeo podem reparar em duas coisas importantes: a água por lá é como a de cá e lá os barquinhos também são parecidos com os nossos. Navegam na onda! E há lá outra coisa como cá. Os burros lá, também transportam as bestas!

 

Tudo isto porque o Ventor passa a vida a massacrar-me o juízo para vos falar disto, daquilo e daqueloutro.

 

Mas eu ando aflito com o calor e se ele está com pressa, que vos fale ele!

 

 

Livros, Verdi e ....

 

Agora anda com a mania dos livros, das músicas, de ... e só me fala na grande Biblioteca que houve em tempos, na cidade que o seu amigo Alexandre mandou construir.

O que vale é que ele foi agora para os anos da Joana e eu fico por aqui à vontade sem ter de o ouvir.

Chiça!

 

 

A nossa Tasca! ...

Acham que ele ia embora sem me deixar os trabalhos de casa?

Era para ir! Deixou-me muito que fazer, porque ele diz que a boa vida mata!

Já me disse que posso começar por: "era uma vez" ... "once upon a time" ... ou ... como eu quisezesse, mas tinha de começar!

E eu vou começar, mas deixo ficar para trás os Picos, a Al Andaluz, com as Giraldas, as Córdobas, as Granadas e sei lá que mais! Ele quer tudo para mim!

Um dia destes revolto-me e ... bem, vou pegar na Grande Livraria a actual e a antiga.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 17:38