A minha amiga Tara.

 

tara2002.jpg

 

 Tara

 

Até ela tinha pena das minhas desgraças, quando me via a correr pelos telhados das barracas e cair quando os obstáculos se tornavam demasiado elevados para a minha pequenez! Ela corria atrás dos meus amigos mas era só para a brincadeira. Hoje todos os dias ela vem cá a casa e eu espero-a para lhe dar umas valentes palmadas e juntos darmos graças a Deus pelos donos que temos!

 

O Dono da Tara, procurava-me para me dar de comer, mas os outros tiravam-me tudo e eu ficava com os pedaços mais reles que às vezes apanhava. Não me esqueço que estive praticamente morto com a fome. Já nem via e hoje sou feliz! A todos aqueles que têm uma vida pouco adequada às necessidades de um ser vivo, eu peço que tenham esperança e talvez que Deus com a ajuda de um Ventor olhem por vós! Estou muito feliz com os amigos que tenho!

Vejam como a nossa Tara é linda!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 00:42