Pois é amigos. O Nico e a Anabela acham que encontraram um tesouro. Talvez! Talvez ela tenha a mesma sorte que eu tive. Quem sabe? Mas eu não gosto dela!!! É uma gata chata! Chegou cá a casa e nem me deixou comer as amêndoas com o Ventor! Foi logo assenhorar-se das minhas coisas. Foi ao meu comer, até parecia que não comia há um milénio! Foi à minha casa de banho e deixou-a a cheirar mal e depois ainda se queria deitar na minha cama! Não podia ser, pois não?

 

Bom, mas a verdade é que ela está toda encantada com a nova família e está farta de chegar cá a casa e ainda refila comigo! Vai logo corrida! Mas coitadinha, ela estava grávida! Foi mais uma que foi abandonada ou ter-se-á perdido? Nunca chegaremos a saber. Coitadinha da Kindy! Agora com estes filhotes todos!

 

kindy.bmp

 

O Nico diz que ela é pequeninha porque está habituado a ver esta visarma chamada Quico! Eh! Eh! Eh! .. já não se pode ser grande! Vejam o que o novo dono diz dela em baixo!

 

Site dedicado à Kindy

 

Este espaço é dedicado à gata que carinhosamente recolhi da rua no domingo de Páscoa. De entre os vários bichos abandonados na rua, qual foi a razão que me fez carregar mais esta responsabilidade? Bem, não pude deixar de ficar triste ao ver uma gata a atravessar uma estrada cheia de trânsito, na sua inocência de que aqueles carros não poderiam fazer-lhe mal.

 

 A verdade é que o carro que circulava à minha frente por pouco não a atropelou e a gata sem qualquer receio nem se retraiu ou fugiu do perigo eminente, a pobre criatura não sabia o perigo que estava a enfrentar. Neste cenário, e receoso por aquilo que viria a acontecer, a sua adopção, acabei por parar e a Anabela saiu porta fora atrás da pobre criatura. Assim que a Anabela esticou os braços, a gata como que a conhecesse, saltou-lhe para os braços.

 

Tão pequena que ela era, na nossa presunção, seria uma gata de meses. Em homenagem ao dia que estávamos a celebrar, chamamos-lhe Páscoa, mas não pareceu ser um nome muito facil de utilizar, tentamos Pascal, mas ainda faltava alguma coisa. Acabou por ficar Kindy. A Razão? Muito simples a gata vinha prenha, logo era tipo um ovo da Páscoa, tal e qual os ovos Kinder. Assim ficou a Kindy Cat, a nossa nova mascote de estimação.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 14:55