Hoje, dia 3 de Maio, foi um dia muito triste. Triste para o Ventor e triste para a família e os amigos. O mês de Maio é o mês de Maria e foi o mês de Maio que nos levou a Maria. A Maria ainda não completou o meio século e já nos deixou. Diz o Ventor que a Maria, a Maria Luísa, foi transportada para o Céu, nas asas de uma borboleta, ajudada pelos anjinhos, e ficou junto do Senhor da Esfera

.

 Abr,26 147.jpg

 

Foi esta borboleta, albi-negra, amiga do Ventor, que a levou para o Céu

 

A Maria, a dona do meu amigo Simão, sofreu muito antes de nos deixar. Deixou-nos a nós, ao Simão, ao Bekas e à Kika. Dois cães e uma cadela muito amigos. Estes foram seus companheiros de caminhada durante os últimos anos. Agora, não vou ouvir mais o Simão e o Bekas a subirem as nossas escadas numa grande algazarra. Agora ficaram sem a dona e vão sofrer muito sem ela, especialmente o Simão e o Bekas.

 

Muito triste a maneira como a roda do destino estraga as vidas das pessoas e dos animais. Uma doença muito má tirou-nos a Maria à força! O Ventor diz que essa doença tem o nome de um bicho muito mau a que chamam Câncer. E eu que pensava que não havia bichos maus! Pensava que eram todos como eu e os meus amigos e se, eventualmente fossem maus seria porque as pessoas lhes fazem mal também. Mas não. Este é mesmo mau e ataca por sua iniciativa. Homens, juntem-se para combaterem o Câncer!!! Todos nunca são demais!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 19:14