Estes são três novos amigos do Ventor.

 Ago,27 063.jpg

 

O Rex

 

 Ago,27 004.jpg

 

O Bobi - vejam o Zé comparado com ele!

 

Ago,27 304.jpg 

O Kaiser

 

O Ventor viu-os hoje pela 1ª vez, embora já há tempos que ouvia falar deles. Os seus donos convidaram a minha Dona e o Ventor e mais família para uma sardinhada e eles deram um jeito neste sábado e foram até Monte Godel. Diz o Ventor que se sente bem no seio do seu povo e ainda melhor quando esse povo trata bem os seus bichos. O Rex já está cego. Já era para ter sido abatidpo pelo veterinário, mas o dono pensou duas vezes e concluiu que aquele "menino" cachorro que há anos entrou no seu convívio, merecia melhor sorte. Para o que fazia, podia continuar a viver. Ele é um guardião do seu mundo. Não vê mas cheira e ladra. Está preso, pode comer e beber, e não havia razão para ir atrás do conselho do veterinário!

 

O Bobi é uma meiguice de cão. Já um pouco velhote. Mas apesar de ser meigo, já extripou um cãozinho mais pequeno, por ciúme. O mundo é assim e cada uma das cabeças das pessoas abarca um determinado mundo, maior ou menor conforme o caco. Nos animais é a mesma coisa! Espero nunca fazer isso a um gatinho pequeno.

 

O Kaiser, de momento, é o Rei ou, se preferirem, um autêntico Imperador, uma autêntica sentinela, um senhor cão. Está ali à entrada e dorme no meio do caminho. Ninguém passa sem os donos dizerem que sim! Uma beleza de cão. O Rex e o Kaiser já andaram perdidos cerca de um mês e até já estiveram para ir alimentar a bicharada do Jardim Zoológico! Felizmente que o dono conseguiu saber deles e salvou-os no último dia.

 

Sabem porque isso aconteceu? Coisas de cães! Um dia o Rex lembrou ao Kaiser que já era um "homem cão" e que estava farto de estar preso e que lhe apetecia ir às "meninas cachorras". Para isso, tinha de fintar o dono! O Kaiser achou que o Rex tinha razão e resolveram partir. Quando se arrependeram já era tarde. Os dois resolveram soltar-se e partir "para as noites", à conquista de um mundo novo e das belas "meninas"! Pois como calculam, nem só de pão vive o cão! Vadiaram, vadiaram, vadiaram ... e perderam-se! Foram apanhados por uns "pinamaniques" que há pora aí e só choravam com vontade de regressar a casa. Felizmente tudo se resolveu.

 

Ago,27 025.jpg

 

Belíssimas sardinhas, segundo o ventor Hoje veio a sardinhada, conversaram muito com o Ventor, contaram-lhe parte da sua vida e ficaram amigos.

 

Ago,27 259.jpg 

Já imaginaram o Ventor a comer uma sardinhada com um local destes e muito mais, por fundo? Ele falar-vos-á desta sardinhada na sua Caminhada.



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 23:17