O ventor diverte-me com os nossos amigos.

Desta vez foi com este corvo marinho.

O Ventor diz que ele o ensinou a pescar e as mil voltas a dar para fazer engolir o peixe pela cabeça. Só assim é que o peixe sabe bem!

 

Dez,13-146.jpg 

O corvo marinho

 

As fotos não estão grande coisa. Era longe, mas podem apreciá-las aqui. (agora o Ventor está com uma dor de cabeça e eu também. Temos de começar a apagar os nossos blogs para os mantermos activos. Lá se vai a Caminhada do Ventor e a minha arrelia. Vamos ver).

 

O Ventor aparecia e ele metia-se debaixo da água do Tejo, depois vinha espreitá-lo, depois aparecia com o peixe e pedia ao Ventor para não o perturbar e deixá-lo comer. Por fim descolou da água e deu uma grande volta vindo pousar à direita do Ventor. Aí apanhou mais um peixe e engoliu-o enquanto o Ventor se ia aproximando mais. Depois chateou-se e partiu de abalada. Disse-lhe que estava a ajudar o Pai Natal a distribuir as prendas!



O Quico também sonhou ao lado do Ventor. A vida solitária e nefasta dos seus amigos que observava do seu Miradouro, foi sempre, a sua grande arrelia


tags:
publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 09:57